UA-76831325-1 Inteligência Artificial no Marketing

Inteligência Artificial

 

Você já deve ter percebido que muitos serviços que consumimos são personalizados. Um bom exemplo são as plataformas de streaming, que sugerem conteúdo de acordo com nossas preferências. Essa capacidade de “adivinhar” nossos desejos pode ser usada também para tornar sua abordagem aos clientes mais eficiente. Por isso, o uso da inteligência artificial para e-mail marketing tem se tornado cada vez mais comum.

Quer descobrir como a inteligência artificial (IA) pode otimizar a sua campanha de e-mails? Então não perca este post. Vamos falar dos recursos que ela oferece e quais são os benefícios dela para o seu negócio.

O que a inteligência artificial pode fazer pelo e-mail marketing?

De certa forma, a tecnologia tornou o consumidor menos passivo. Hoje ele não precisa se submeter à grade de programação de uma emissora de TV, se limitar à pauta de um jornal ou revista ou ouvir apenas o Top 10 de uma estação de rádio.

O fato é que existe uma infinidade de conteúdo, disponibilizado nos mais diferentes canais. Por meio da internet, ele tem a chance de escolher os vídeos, artigos, músicas, entrevistas ou qualquer outra informação ou entretenimento.

Mas essa nossa navegação também deixa uma série de rastros digitais que podem, com as ferramentas apropriadas, traçar um perfil de comportamento bem preciso. Portanto, a IA reúne essas informações para descobrir o que chama a atenção de seu público-alvo, o que ele deseja e qual é a maneira mais eficaz para atingir essa persona.

A IA analisa uma série de dados para entender e prever o comportamento do consumidor. Por isso, ela consegue identificar as ações que são efetivas para os diferentes grupos e recomendar sua replicação em outras etapas da campanha.

Com o uso da IA, sua empresa pode descobrir:

  • os temas e assuntos que despertam a atenção da sua persona;
  • a frequência que o seu público considera ideal para receber seus e-mails, o que será essencial para uma boa gestão de envios;
  • se eles desejam ser avisados sobre eventos ou produtos específicos;
  • quais são os segmentos do seu público-alvo e como personalizar a mensagem para esses grupos.

Além disso, a IA torna a automatização de determinadas ações mais eficientes, como:

  • envio de e-mails para dar as boas-vindas a um novo lead;
  • parabenizações e agradecimentos ao lead (pelo aniversário, por alguma conquista especial, por ter participado de um evento, por baixar um material oferecido);
  • convites e lembretes para eventos;
  • lançamentos de produtos e campanhas especiais de vendas.

Por que usar a inteligência artificial para e-mail marketing?

Que tal conhecer algumas vantagens do IA para sua campanha de e-mail marketing? Confira a lista abaixo:

Customização das campanhas

Com o conhecimento profundo do público-alvo, a empresa consegue criar uma campanha desenhada para atingi-lo com maior eficácia. É possível ajustar as suas ações e customizá-las para torná-las mais adequadas à sua audiência.

Ajustes imediatos

Após a implementação da campanha, a IA pode oferecer análises em tempo real. Isso significa que a sua equipe não precisa esperar o final de todo um ciclo para identificar erros e corrigi-los.

À medida que os resultados aparecem e a IA apresenta os primeiros relatórios, ela permite a implementação de mudanças automáticas, otimizando o alcance e efeito de uma campanha.

Relevância

Já comentamos que o e-mail marketing continua sendo o mais eficiente para conseguir conversões. Ele se aplica a todos os grupos etários, com excelentes resultados. Porém, ele esbarra em um problema: muitos usuários não veem relevância em grande parte das mensagens que recebem.

O que faltou para que a empresa entregasse uma mensagem relevante: conhecimento profundo do público-alvo? Capacidade para identificar tendências do momento? Dificuldade para enxergar as necessidades e interesses da persona?

Portanto, se a inteligência artificial oferece todo esse conjunto de informações, ela tem o potencial de tornar as suas campanhas mais relevantes e bem-sucedidas. Afinal, a IA vai apontar exatamente o que o seu cliente espera da empresa, mostrando como ele deve ser abordado.

Curadoria

Provavelmente, sua empresa não atende a um único segmento. O Marketing Digital ensina que é preciso criar conteúdo relevante para todos eles, mas não que ele deve ser divulgado igualmente para toda a sua base.

A IA realiza um processo de curadoria: seleciona o conteúdo mais relevante e personalizado para cada um dos seus leads. Isso, inclusive, já é visto com bastante frequência no e-commerce: a loja mostra produtos semelhantes aos que o consumidor viu, nos quais ele pode se interessar.

O mesmo conceito pode ser aplicado ao e-mail marketing. Ele pode sugerir produtos e conteúdos de acordo com o que o consumidor viu ou até mesmo comprou.

Aprendizado permanente

Conhecer o seu público hoje já representa uma enorme vantagem para o marketing, mas a inteligência artificial não para por aí. Um conceito que tem sido desenvolvido de forma cada vez mais precisa é o Machine Learning.

Ou seja, os sistemas estão sendo preparados não só para mapear o comportamento atual do consumidor. Essas máquinas estão sendo programadas para aprender com as respostas dos usuários e tornar a interação extremamente personalizada.

Suponha, por exemplo, que a sua empresa enviou uma newsletter com diversos temas. O lead clicou em alguns, mas ignorou outros completamente. Se essa combinação de interesse e desinteresse se repetir outras vezes, a máquina entende que isso é um padrão.

Trazendo para a prática: seu e-commerce de roupas, calçados e acessórios envia uma newsletter sobre tendências fashion. Maria sempre clica nos links que direcionam para estilo no trabalho e nunca em temas como moda casual e afins. O sistema aprende e começa a enviar para esse lead apenas os assuntos de seu interesse, promovendo o engajamento.

Dentro do escritório, o Machine Learning também promete ocupar um espaço maior. Ele será responsável por criar uma segmentação mais precisa de público e anúncios, gerar leads e otimizar a pesquisa.

Geração e acompanhamento de leads

A IA pode peneirar um público gigantesco e identificar as pessoas com maior potencial para se tornarem seus clientes. Ela pode atuar como uma recrutadora automática e captar leads valiosos para a sua estratégia.

Além disso, a inteligência artificial é capaz de monitorar esses leads, identificar seu posicionamento na jornada do consumidor e nutri-los automaticamente. Ela vai analisar como eles responderam aos diversos gatilhos e sinalizar ao departamento de vendas se está na hora de uma abordagem pessoal.